LEIA TAMBÉM

CLAYTON – ATACANTE – FIGUEIRENSE

CLAYTON-270x270

Mais um atacante promissor aparecendo na Futebol Planejado, trata-se de Clayton, jogador de 20 anos que joga no Figueirense.

Clayton é formado nas categorias de base do Figueirense e está demonstrando seu valor. Natural do Rio de Janeiro, o jovem chegou ao Figueirense em 2007 com apenas 12 anos de idade. A trajetória de Clayton no clube teve altos e baixos, porém desde cedo mostrou que tem faro de gol, sendo sempre um dos artilheiros em todas as categorias da base.

Em 2012 chamado de Cleitinho pelo torcedor, o jovem, então atuando na categoria Sub-17, sagrou-se Campeão da Copa Rio Preto, marcando o segundo gol da partida final, em que o Figueirense bateu o Vitória por 2×0. Com boas atuações no restante do ano, foi promovido ao grupo principal e entrou no segundo tempo de  2 partidas, sob o comando do treinador Márcio Goiano, pelo Campeonato Brasileiro, uma delas foi o empate contra o Sport Recife que decretou o rebaixamento da equipe catarinense.

No começo de dezembro de 2012, Clayton disputou o Campeonato Brasileiro Sub-17. Esta competição foi importante para o jogador que conquistou a artilharia do campeonato com 4 gols e para o Figueirense que chegou a semi-final, demonstrando que, apesar do rebaixamento na categoria profissional, um futuro melhor poderia estar por vir.

Em 2013, Clayton continuou seu processo de desenvolvimento nas categorias de base. O atleta que retornava ao grupo aspirante do Figueirense, foi Campeão e Vice artilheiro do Campeonato Catarinense com 14 gols em 16 partidas. Apesar de não ser um jogador alto e que atue fixo na área, Clayton já demonstrava uma de suas maiores virtudes, o oportunismo.

O jovem atacante que em outubro de 2014 completaria somente 19 anos, teve um ano de grande aprendizado e evolução na carreira. Participou da Copa São Paulo de Futebol Junior, marcando 3 gols na primeira fase e recebeu a oportunidade de voltar a equipe profissional para a disputa do Campeonato Catarinense e da Copa do Brasil.

Esteve relacionado em 14 partidas pelo Estadual e 2 pela Copa do Brasil, entrou em campo em 10 partidas, marcando 1 gol na partida contra o Joinville. Clayton não conseguiu ser titular da equipe, ainda muito novo atuou em apenas uma partida como titular. Contando com um grupo que mesclava jogadores rodados como Marcos Assunção, Ricardo Bueno, Thiago Heleno, Everton Santos, Vitor Junior, Marquinhos, Lucio Maranhão, Giovanni Augusto e Ciro com jogadores promovidos da base como Marquinhos Pedroso, Guilherme Lazaroni, Yago, Léo Lisboa, além de Clayton, o Figueirense sagrou-se Campeão Catarinense vencendo o Joinville na Final.

Após o término do Campeonato Catarinense, Clayton mais uma vez retornou ao plantel sub 20 junto com Yago, Dener e Jéfferson para participar do categoria e adquirir mais ritmo de jogo. Porém com a volta do Campeonato Brasileiro após a Copa do Mundo, Clayton novamente foi integrado ao grupo profissional.

O Figueirense teve um início de campeonato complicado, figurava entre os últimos colocados e Clayton, assim como todo time recebia algumas críticas. Porém, o jovem de 19 anos foi destaque na “arrancada” da equipe entrando em partidas no segundo tempo e marcando 5 gols, inclusive 2 no mesmo jogo contra o Palmeiras em Florianópolis e dando 2 assistências no Campeonato. Ao todo, Clayton participou de 22 jogos, sendo 14 como titular.

Comandado por Argel Fucks, o Figueirense foi notabilizado pela combatividade de seus jogadores e comprometimento tático. O time utilizava uma marcação forte desde o setor ofensivo, que contribuiu  para ser  o 3º clube com mais cartões amarelos no Campeonato. Com muitos desfalques no ataque por conta de suspensões, Argel passou a revezar os jogadores de frente com certa frequência, abrindo oportunidades para Clayton compartilhar a titularidade com Ricardo Bueno, Marcão, Mazola, Everaldo, Jean Carlos e Pablo.

Clayton demonstrou que é um jogador de qualidade, com gols decisivos fruto de seu oportunismo contribuiu para o 13º lugar do Figueirense no Campeonato. O atacante tem velocidade, abre muito bem os espaços pelos dois lados do campo, sabe conduzir a bola e contribuir para a construção do jogo ofensivo. É interessante como Clayton pode desempenhar com qualidade as função de atacante de lado e centroavante, 

Mais maduro e com total confiança da diretoria e comissão técnica, começou a temporada de 2015 em alto nível. Já atuou em 19 partidas entre Estadual e Copa do Brasil, marcando 8 gols, classificando o Figueirense para a Final do Campeonato Catarinense e para a Segunda Fase da Copa do Brasil.

Clayton nos chamou a atenção pela sua velocidade, intensa movimentação e qualidade técnica na finalização das jogadas, principalmente com o pé direito. O jovem apesar de não ser alto, tem facilidade no cabeceio, vem se mostrando um atacante de muitos recursos, inclusive marcando a saída de jogo adversário, resultando em recuperações de bola para o Figueirense .

Raramente vemos Clayton não ser objetivo na hora da finalização, o atacante não hesita em fazer o simples, demonstrando um oportunismo acima da média. O atacante do Figueirense está pronto para se tornar um dos atacantes importantes do futebol brasileiro, jogando um futebol objetivo,  versátil e de qualidade técnica.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: