LEIA TAMBÉM

O Custo do Erro no Futebol

Todos os profissionais erram, uns mais outros menos, porém o erro faz parte do dia a dia de todos os trabalhadores e de todas as empresas do Brasil e do Mundo. Um erro pode ser pequeno ou grande, erros pequenos causam menos prejuízo do que erros grandes, teoricamente, mas também são menos perceptíveis e quando repetidos por muitas vezes tornam-se criadores de problemas enormes e podem trazer consequências pesadas.

Erros, pequenos ou grandes, custam dinheiro. Quanto maior for a estrutura do negócio, maior é o valor monetário dispendido quando se erra. Entretanto, em negócios com estrutura pequena, o erro custa menos mas representa mais em termos financeiros.

No futebol erra-se todos os dias, profissionais do campo (jogadores, auxiliares, preparadores e treinadores) erram em treinamentos e erram em jogos, erram ao preferir perder uma noite de sono do que descansar, erram ao se alimentar, erram ao se relacionar com alguns tipos de pessoas, erram ao expor sua imagem de maneira equivocada, enfim, erra-se todos os dias no futebol.

Os clubes erram na maioria das suas ações, erram ao não planejar de forma sólida sua temporada, erram ao não trabalhar de forma profissional, erram ao não analisar o ambiente de negócio que estão inseridos, erram na avaliação de profissionais e erram também na gestão dos mesmos, enfim, os clubes erram todos os anos e de diversas formas.

De concreto podemos analisar os erros dentro de campo e atribuir um custo a eles, os erros de gestão são mais difíceis de valorar, já que existem muitas variáveis envolvidas e nem sempre os números e os porquês de uma tomada de decisão são divulgados.

Como exemplo trazemos a campanha do Corinthians no Campeonato Brasileiro de 2014 em que obteve a 4ª posição.

A edição de 2014 do Campeonato Brasileiro distribuiu quase 32 milhões de reais divididos de acordo com a colocação final de cada time da seguinte forma:

premiação

O Corinthians terminou o Campeonato Brasileiro em 4º Lugar e teve direito a receber 3,1 milhões de reais em premiação. Apenas 1 ponto separaram o 4º colocado Corinthians e o 2º colocado São Paulo, entretanto esse recebeu o dobro da premiação do que o Corinthians.

Para ilustrar trazemos o jogo realizado na Arena Itaquera contra o Bahia, que acabou rebaixado no Campeonato Brasileiro.

Corinthians e Bahia duelaram pela 15º rodada do Campeonato e o resultado do jogo foi 1×1, impedindo o Corinthians de conquistar 2 pontos a mais, exatamente o que faltou para terminar o Campeonato Brasileiro em 2º e não em 4º colocado como ocorreu. Jogando em casa diante de mais de 30 mil pessoas, o Corinthians levou um gol originado de uma falha defensiva na marcação de bola parada e acabou conseguindo apenas o empate na partida.

Sabemos que o futebol é um esporte passível de falhas e que é impossível acertar sempre, porém é extremamente necessário buscar a excelência, trabalhar para atingir a perfeição e assim atingir um nível alto de competitividade em todos os setores da equipe e do clube.  Um erro pode custar muito caro, no caso do Corinthians custou 3,1 milhões de reais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: