LEIA TAMBÉM

MARTÍN RODRÍGUEZ – MEIO CAMPO – COLO-COLO

Nossa análise de hoje é sobre o meio campista chileno Martín Rodríguez , jogador do Colo-Colo, nascido em 1994.

file_20151009150859

Rodríguez é formado nas categorias de base do Huachipato, clube pelo qual estreou profissionalmente em  O meio campista estreou profissionalmente pelo Huachipato em 2011, quando tinha apenas 16 anos. O meio campista participou de 61 jogos pelo Huachipato, marcou 5 gols e deu 07 assistências para gols de 2011 até junho de 2015, quando foi vendido ao Colo-Colo por 900 mil dólares. No Colo-Colo atuou em 25 jogos, 22 deles como titular, marcou 06 gols e deu 03 assistências, comprovando que está em franca evolução. Martín Rodríguez, ainda em 2014, atuando pelo Huachipato, foi convocado pela Seleção do Chile para amistosos contra México e Haiti, atuando por 25 minutos no segundo jogo.

Rodríguez - Posicionamento

Martín Rodríguez é um jogador destro, de 1,71 m, que atua na penúltima ou última linha do time em posição de amplitude, como extrema, rente à linha lateral esquerda e direita, ou centralizado. Na penúltima linha do time, pode exercer a função de meia de ligação central ou de meia ofensivo, mas sem amplitude.

Trata-se de um jogador de muita movimentação horizontal, que flutua atrás da 2ª linha do time adversário e que costuma organizar as ações ofensivas, procurando o passe e o drible curto. É um meio campista que também utiliza bastante a movimentação vertical para não se colocar de costas para o adversário, normalmente recuando até o 1º terço do campo para obter maior visão do terreno, poder de distribuição e organização de jogo.

Martín Rodríguez

Mapa de Calor ———————>

Rodríguez é bastante participativo e gosta de estar perto da bola. Utiliza muito os passes curtos para fazer a bola rodar entre as linhas adversárias, demonstrando características interessantes de organização de jogo. Na fase ofensiva costuma participar dessa maneira, distribuindo a bola e se movimento horizontalmente para acompanhar a alternância de lado da jogada.

Martín Rodríguez - Fase Ofensiva - 4-5-1 ou 4-4-1-1

Fase Ofensiva – Organização de Jogo

Martín é um jogador de boa qualidade técnica, possui um bom 1º toque, dribles e passes curtos de bastante efetividade. Normalmente recebe a bola e procura o passe organizacional, quesito que tem 92% de acerto. Quando não é possível o passe rápido, Rodríguez utiliza o drible como ferramenta, apresentando 80% de aproveitamento, porém não é um jogador que costuma ganhar terreno através da vitória pessoal e sim da capacidade de passe e movimentação.

Trata-se de um jogador extremamente importante na transição ofensiva, normalmente é o primeiro ou segundo jogador a tocar na bola após a retomada da posse. Na fase ofensiva, costuma participar do seu início recuando até o 1º terço do campo, objetivando ser o portador da bola para garantir que a bola saía com qualidade da linha defensiva.

Martín Rodríguez - Saída de Bola

Fase Ofensiva – 1º Terço

Rodríguez não é um jogador que possui grande presença de área e poder de finalização, sua contribuição nesse sentido é baixa, 56% das suas finalizações são em direção da baliza e apenas 12% se transformam em gols. O jovem apresenta bastante qualidade e razoável visão de profundidade, porém lhe falta penetração e força para romper a última linha adversária. Quando atua centralizado, a falta de força é minimizada pela qualidade técnica, porém ao atuar em posição de amplitude, seu lado acaba se tornando menos forte do que o lado oposto.

Martín Rodríguez - Amplitude

Fase Ofensiva – Amplitude

Mesmo não sendo um rompedor de linhas ao atuar pelo lado do campo, Rodríguez realiza um trabalho bastante interessante junto ao companheiro que está mais centralizado ou ao lateral, alternando de posição e buscando a variança de movimentação e de responsabilidade do passe e do deslocamento em profundidade. Martín Rodríguez demonstra que é um jogador de bom entendimento tático ofensivo e que consegue aliar qualidade técnica e comprometimento.

Na fase defensiva, ainda precisa melhorar o seu poder de marcação e de ocupação de espaços. É um jogador que normalmente recompõe na transição defensiva, inclusive até o 1º terço do campo, porém lhe falta mais atenção e entendimento de espaço entre linhas.

Martín Rodríguez - Recomposição defensiva

Fase Defensiva

Tecnicamente é um jogador interessantíssimo, ambidestro, de fácil drible e condução, mesmo sempre preferindo realizar os movimentos em direção ao seu lado direito. Sua movimentação e capacidade de organização de jogo são as ferramentas que o tornam mais do que um jogador diferente no aspecto técnico e o capacitam para continuar evoluindo no cenário do futebol sul-americano.

Jogos observados:

Colo-Colo 1×0 Cobresal – 30/01/2016

Audax Italiano 0x3 Colo-Colo – 23/01/2016

Colo-Colo 1×1 Unión Española – 16/01/2016

Colo-Colo 2×0 Universidad Chile – 31/10/2015

Huachipato 1×2 Colo-Colo – 25/10/2015

Universidad Católica 2×1 Colo-Colo – 04/10/2015

Huachipato 2×2 Universidad Chile – 07/02/2015

Huachipato 2×3 São Paulo – 15/10/2014

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: