LEIA TAMBÉM

COMPAGNUCCI – VOLANTE – VÉLEZ SÁRSFIELD

Hoje trazemos a análise sobre o volante argentino Compagnucci, nascido em 1996, jogador do Vélez Sársfield.

Foto

CARREIRA

Lucio Compagnucci é formado nas categorias de base do Vélez e estreou profissionalmente em 2014. Ainda não conseguiu uma sequência de jogos na equipe principal e em 2016 sequer é utilizado. Nas Seleções de base da Argentina, Compagnucci venceu o Sul-Americano Sub-17 em 2013 e participou do Mundial no mesmo ano. Em 2015 venceu o Sul-Americano Sub-20 mas não foi convocado para o Mundial.

POSICIONAMENTO

Posicionamento

Compagnucci pode atuar na segunda ou terceira linha do time. É um volante de 1.73 m que tem capacidade para jogar centralizado como elemento único ou em posição menos central formando uma linha de dois ou três homens.

MOVIMENTAÇÃO

Independente da posição inicial em que joga, Compagnucci realiza de forma constante movimentações horizontais para dar continuidade ao início da construção ofensiva e para realizar abordagens aos adversários. Também é costumeiro vê-lo movimentar-se em direção aos últimos terços do campo, principalmente para aproximar-se da construção ofensiva e avançar a marcação.

Mapa de Calor

Mapa de atuação ————->

FASE DEFENSIVA

Compagnucci é um jogador extremamente importante no equilíbrio defensivo e na recuperação da posse de bola. Trata-se de um volante com boa agilidade, o que permite estar sempre em posição oportuna para abordar o adversário.

Compagnucci demonstra boa aceleração e leitura de jogo, e apesar de não realizar abordagens tão agressivas, consegue ser efetivo nos desarmes e interceptações. Em média, o volante do Vélez realiza 05 desarmes por jogo e vence 56% das 18 disputas de bola que participa a cada 90 minutos.

Em diversas ocasiões vimos Compagnucci utilizar sua boa aceleração para pressionar o portador da bola no inicio da construção ofensiva adversária. Nesse tipo de situação, o jovem do Vélez demonstra muita leitura tática e explosão.

Avanço da Marcação

Abordagem avançada

FASE OFENSIVA

Compagnucci é um jogador importante no inicio da construção ofensiva e nas transição defesa-ataque. Por possuir boa aceleração, consegue realizar bons deslocamentos com ou sem a bola em direção aos últimos terços do campo.

Transição Ofensiva - Construção

Construção ofensiva em velocidade

É um jogador que possui bom passe, entretanto por vezes não segura a bola o tempo necessário para oportunizar uma melhor situação para a equipe. Em média realiza 38 passes por jogo e acerta 75% deles. Compagnucci tem boa disposição aos passes de ruptura e demonstra razoável visão de profundidade.

Não é um volante rompedor de linhas, mas pode ser um bom condutor de ações ofensivas intermediárias. Compagnucci é importante na saída de bola e utiliza muito sua boa mobilidade para criar opções aos companheiros e se livrar da marcação. Em média realiza 0.8 dribles por jogo e tem sucesso em 82% deles.

Não se trata de um volante que participa com efetividade dos momentos finais da fase ofensiva, tendo pouca efetividade nos passes finais, cruzamentos e remates.

Saída de Bola

Inicio da construção ofensiva

De fato, Compagnucci é um volante que pode ter bom futuro no futebol internacional. Tem qualidades que possibilitam acreditar em uma evolução grande. Atualmente se recuperando de um séria lesão no joelho, o jogador do Vélez não vai permanecer no clube após o final do seu contrato em junho e sem dúvidas seria uma excelente contratação para qualquer clube sul-americano.

 

Autor: Giovani Dalla Valle – Futebol Planejado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: