LEIA TAMBÉM

Guia da Copa América – Grupo A – Como joga a Seleção do Paraguai

O Paraguai estréia na Copa América no dia 03. O jogo será contra a Costa Rica e faz parte do calendário do Grupo A. Os demais adversários da seleção sul-americana serão Estados Unidos e Colômbia.

CONVOCADOS

GOLEIROS

Diego Barreto – Olimpia – 34 anos

Antony Silva – Cerro Porteño – 32 anos

Justo Villar – Colo Colo – 39 ans

LATERAIS DIREITOS

Ivan Piris –  Udinese – 27 anos

Bruno Valdez  – Cerro Porteño – 23 anos

ZAGUEIROS

Fabián Balbuena – Corinthians – 24 anos

Paulo Da Silva – Toluca – 36 anos

Gustavo Gómez – Lanús – 23 anos

LATERAIS ESQUERDOS

Miguel Samudio – América-Mex – 29 anos

Blas Riveros – Olimpia – 18 anos

VOLANTES

Celso Ortiz – AZ Alkmaar – 27 anos

Robert Piris – Olimpia – 21 anos

Rodrigo Rojas – Cerro Porteño – 28 anos

MEIAS

Derlis González – Dynamo Kiev – 22 anos

Oscar Romero – Racing – 23 anos

Juan Iturbe – Bournemouth – 22 anos

Victor Ayala – Lanús – 28 anos

Edgar Benítez – Querétaro – 28 anos

Miguel Almirón – Lanús – 22 anos

ATACANTES

Jorge Benítez – Cruz Azul – 23 anos

Darío Lezcano – Ingolstadt – 25 anos

Antonio Sanabria – Sporting Gijón – 20 anos

Nelson Valdez – Seattle Sounders – 32 anos

TIME BASE

Ramón Díaz adota 0 4-4-2 como plataforma inicial. Na primeira linha, normalmente, um zagueiro como lateral direito (Bruno Valdez), dois zagueiros pelo centro e um lateral esquerdo de origem. Independente dos jogadores que atuam na primeira linha, o modelo permanece baseado no estreitamente e na marcação zonal com deslocamentos médios para abordagens .

Os zagueiros são o experiente Paulo da Silva e Gustavo Gomez, jogador do Lanús campeão argentino. Balbuena do Corinthians é uma outra opção, além de Bruno Valdez que normalmente atua como lateral direito mas é zagueiro de origem. Na lateral esquerda, Díaz conta com a jovem revelação do Olimpia, Blás Riveros e com Miguel Samudio do América do México.

A segunda linha é formada por 4 jogadores. Entretanto, no decorrer da partida, pode se dividir em duas linhas. Uma com dois volantes centralizados e outra com dois meias abertos. Outra movimentação realizada se baseia em um volante fixo, outro posicionado pelo lado e um meia por outro lado. Desse modo, a linha de 04 inicial vira um triangulo invertido e culmina formando uma linha de 03 homens na frente.

Os volantes são Celso Ortiz e Roberto Piris, ambos viraram titulares da equipe devido as lesões de Ortigoza do San Lorenzo e Richard Ortiz do Toluca. Mais a frente ou compondo a linha de 04, Ramón Díaz pode utilizar Derlis González e Edgar Benítez, entretanto Romero vem ganhando espaço. Para essa função, a equipe conta ainda com Iturbe, Almirón e Ayala.

No amistoso preparatório contra o México, Díaz utilizou Sanabria e Jorge Benítez na última linha. Desse modo, forma-se um 4-4-2 clássico. Para o ataque, ainda podem aparecer Lezcano no lugar de Sanabria e Valdez.

Esquema 01

Possibilidade 01 – Romero no lugar de Edgar Benítez e Sanabria no lugar de Lezcano

ESTATÍSTICAS

O Paraguai, no período de 01 ano, realizou 15 jogos. Foram apenas 03 vitórias contra 05 derrotas e 07 empates. Foram marcados 17 gols e sofridos 24.

Em média, o Paraguai troca 441 passes por jogo e acerta 77% deles. Desses 441, 11 são de rupturas ou seja, aquelas que quebram linhas.

A Seleção Paraguaia chuta 10 vezes por jogo, em média.  Desses 10 chutes, 04 obrigam o goleiro adversário a realizar defesas.

Normalmente a equipe detém 44% da posse de bola em cada jogo e comete 18 faltas. São realizados 35 dribles por jogo, apresentando um aproveitamento de 61% das tentativas.

Em média, a equipe disputa 232 bolas por jogo e vence 51% dos duelos. São realizados 54 desarmes por partida, apresentando um aproveitamento de 42% das tentativas.

Trata-se de um equipe que vence a maioria dos duelos pelo alto. Em média, a Seleção do Paraguai disputa 66 enfrentamentos desse tipo por jogo e vence 57% deles.

FASE DEFENSIVA

O Paraguai adota uma postura bastante reativa. Trata-se de um equipe que procura sempre ter a superioridade numérica na zona da bola e que realiza abordagens bastante agressivas. Normalmente adota o 4-4-2 como plataforma inicial, entretanto modifica essa formação conforme os momentos do jogo.

Ramón Díaz vem procurando instruir seu time a pressionar a saída de bola adversária, fugindo um pouco da postura costumeira. Nesse caso, normalmente a pressão e o fechamento de espaços são realizados por 03 homens: 2 atacantes e um meia que avança conforme o lado que a jogada está acontecendo. O outro meia que atua pelo lado adota uma postura mais central e fecha os espaços juntamente com um volante pelo outro lado, enquanto o outro permanece fixo no centro.

Os dois atacantes, constantemente, participam da pressão. Sanabria (Lezcano) e Benítez procuram abordar o portador da bola e fechar os espaços. Geralmente conseguem, pelo menos, dificultar o passe de qualidade por parte do adversário ou retardar a construção ofensiva.

Fase Defensiva - 4-1-2-3

Em situações que a equipe adversária consegue a quebra de linha, a equipe paraguaia procura avançar a marcação em bloco. Desse modo, um dos volantes e o lateral avançam em direção ao possível portador para interceptar o passe. Ramón Díaz vem conseguindo sucesso nesse tipo de postura, inserindo, principalmente, os meias que atuam pelo lado nesse contexto de recomposição e fechamento de espaços.

1Fase Defensiva - Pressão na Saída de Bola

Quando esse avanço não é sincronizado e principalmente um dos volantes se desgarra antes da hora, o Paraguai enfrenta dificuldades caso o time adversário opte por um passe longo nas costas dos volantes ou laterais.

Gol Contra 1

Nos momentos intermediários e finais da fase defensiva, o Paraguai é bastante solidário. Tendo como principio a compactação e a superioridade numérica, a equipe de Ramón Díaz consegue realizar bons bloqueios e recuperações no último terço do campo.

O trabalho que realiza os meias chama atenção. Tanto os que normalmente atuam pela esquerda, tanto quando Derlis que atua na direita, realizam de forma efetiva a recomposição quando há a perda de bola e a composição de linha na fase de recuperação e bloqueio. Os volantes, obviamente, também fazem parte disso e normalmente entram dentro da área.

Os laterais são importantes para o equilíbrio defensivo. Bruno Valdez pela direita e Samudio ou Riveros pela esquerda são jogadores com características defensivas e que realizam abordagens agressivas. A linha de zaga procura concentrar esforços no bloqueio, entretanto realiza algumas antecipações com Gómez.

Em outros tempos, o Paraguai aceitava como normal que a equipe adversária chegasse no último terço do campo. Atualmente Ramón Díaz vem tentando adiantar a recuperação de bola, conforme mostramos acima.

Fase Defensiva - Superioridade Númerica e recomposição

FASE OFENSIVA

O Paraguai sempre foi considerada uma Seleção com poucos recursos ofensivos. Historicamente apresentou poucos jogadores com capacidade de construção de jogo. Invariavelmente dependia de bons laterais,volantes que sabiam organizar o jogo e um atacante finalizador.

A situação atual da equipe é um pouco diferente. Contando com jogadores criativos no meio, o Paraguai vem tentando adotar um postura de mais circulação de bola e menos ligação direta. Entretanto não deixou de ser uma equipe vertical. Derlis González, Oscar Romero e Edgar Benítez são jogadores que apresentam boa movimentação, capacidade de drible e presença na região de finalização. A construção ofensiva da equipe está mais criativa e mais móbil.

As ausências dos volantes Ortigoza e Richard Ortiz prejudicam o inicio da construção. Os substitutos deles não contam com a mesma qualidade no passe curto, na proteção de bola e na visão de jogo.

O mecanismo de saída de bola continua semelhante, mesmo com as ausências. Ramón Díaz instrui que um volante se aproxime dos zagueiros para criar uma opção de passe.  Mesmo não sendo o portador da bola, o volante permite que um dos zagueiros avancem com a bola ou tentem um passe direto.  Ortigoza e Richard Ortíz recebiam a bola e iniciavam a jogada. Sem eles, caberá ao zagueiros e aos laterais, principalmente Valdez, iniciar a construção ofensiva.

FAse Ofensiva - Saída de 03 sem o volante portar a bola

Nos momentos intermediários da fase ofensiva, o Paraguai conta muito com a movimentação e qualidade de Derlis González. Atuando pela direita, o jogador do Dynamo de Kiev realiza constantes deslocamentos do lado para o centro do campo, criando confusão na defesa adversária.

Na fase ofensiva, o Paraguai sai do 4-4-2 para o 4-2-2-2, tendo em Derlis e Romero (E.Benítez) os armadores do time. Ambos os meias flutuam no último terço do campo, buscando espaço entre a primeira e a segunda linha do adversário. Além de criarem, os meias paraguaios apresentam boa aproximação com os atacantes. Tratam-se de jogadores verticais e objetivos.

Fase Ofensiva - Romero sai do lado e arma no centro - derlis também

Uma outra possibilidade construtiva do Paraguai é a ultrapassagem de um lateral em direção ao último terço. Tanto pelo lado direito quanto pelo esquerdo, a equipe pode construir por esse setor. Normalmente são realizadas boas combinações entre o meia e o lateral. A responsabilidade de pensar a jogada é do meia, que recua para fornecer espaço para projeção do lateral.

Os atacantes paraguaios ocupam posição próxima um do outro. Dessa forma, ambos geram profundidade e servem como alvos da primeira bola. Sanabria possui mais capacidade de movimentação do que Jorge Benítez, entretanto não tem presença garantida e pode deixar a equipe para a entrada de Lezcano.

Fase Ofensiva - Apoio de Romero e Projeção do Lateral

Quando há ligação direta e o recuo de um dos atacantes para realizar o pivô e manter a posse de bola, os meias se projetam e formam uma linha de 04 jogadores no ataque. Esse movimento, obviamente, só é realizado quando o passe vai direto para o centro. Em situações que a ligação é em direção ao lado, forma-se o 4-2-2-2.

Fase Ofensiva - 4

Autor: Giovani Dalla Valle

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: